Pular para o conteúdo

O que é termografia e para quê serve

    Termografia é uma técnica que utiliza a fotografia infravermelha para criar imagens da energia térmica emitida por um objeto. Essas informações podem ser usadas para detectar e diagnosticar problemas em uma variedade de sistemas, incluindo sistemas elétricos, mecânicos e HVAC.

    A Termografia também pode ser usada para monitorar a saúde humana, pois pode detectar áreas do corpo com atividade térmica anormal.

    Como funciona a termografia

    O que é termografia

    Para a realização da termografia são utilizadas câmeras termográficas sofisticadas que medem a emissão natural de radiação infravermelha de um objeto aquecido para produzir uma imagem ou vídeo térmico.

    As câmeras infravermelhas modernas são portáteis e fáceis de operar e podem ser usadas para muitas aplicações diferentes.

    Os objetos emitem energia eletromagnética quando aquecidos e mais energia é liberada à medida que a temperatura aumenta. Essa energia é emitida como uma onda que viaja na velocidade da luz.

    O olho humano responde à luz visível na faixa de 0,4 a 0,75 mícrons, mas a maioria das medições de temperatura infravermelha varia de 0,2 a 20 mícrons.

    Uma câmera de imagem térmica pode focar essa energia em um detector da mesma forma que uma câmera comum, exceto que ela responde à radiação infravermelha em vez da luz visível.

    Esta imagem é exibida em cores diferentes para transmitir informações de temperatura.

    Como a energia infravermelha é emitida, transmitida e refletida por um objeto, as câmeras infravermelhas usam algoritmos para interpretar os dados e criar uma interpretação precisa da temperatura operacional.

    Qual o objetivo da termografia?

    Termografia é o uso de uma câmera infravermelha para tirar fotos da energia térmica emitida por um objeto. Essa energia é invisível ao olho humano, mas a câmera pode captá-la e criar uma imagem a partir dela.

    Essa imagem pode ser usada para identificar áreas de perda ou ganho de calor, para encontrar vazamentos ocultos ou para diagnosticar outros problemas.

    Tipos de termografia: ativa e passiva

    A termografia pode ser dividida em dois tipos distintos, passiva e ativa:

    A termografia passiva usa a temperatura natural de uma peça para criar uma imagem, enquanto a termografia ativa envolve o aquecimento da superfície de um objeto e a observação da queda de calor à medida que esfria. 

    A termografia ativa mostra falhas no material por variações na taxa de queda de temperatura.

    Vários procedimentos de teste em termografia ativa são implantados para trazer energia para o espécime inspecionado: termografia pulsada, aquecimento escalonado, termografia lock-in e vibro termografia.

    Aplicações industriais da termografia

    A termografia é uma aplicação muito útil na indústria, pois permite a detecção de problemas elétricos, mecânicos e de isolamento em equipamentos.

    Por meio da análise das imagens termográficas é possível identificar áreas com excesso de calor, o que pode indicar um problema no funcionamento do equipamento. 

    A termografia também é muito útil na inspeção de equipamentos em altas temperaturas, como fornos e caldeiras, pois permite a detecção de eventuais falhas antes que elas causem danos maiores.

    Aqui vão algumas aplicações mais comuns:

    Termografia predial

    Tem por objetivo fazer um diagnóstico da eficiência das instalações elétricas, analisando suas condições de isolamento e seu comportamento térmico. Ajuda assim a otimizar a utilização de energia, auxiliando os edifícios no que diz respeito à sustentabilidade ambiental.

    Manutenção preditiva 

    A medição da temperatura permite monitorar frequentemente o estado dos equipamentos, podendo identificar prematuramente avarias, ligações defeituosas na instalação elétrica entre outros. 

    Este exemplo de manutenção preditiva é primordial para prolongar a vida útil do equipamento e evitar o aparecimento de falhas, economizando custos em reparos e períodos de inatividade.

    Testes de vida de materiais e produtos

    A termografia infravermelha também é usada para examinar o comportamento de materiais sob condições ambientais normais e extremas.

    Estes tipos de testes ajudam a estimar a vida útil dos componentes utilizados nos processos, infra estruturas e produtos, controlando assim a qualidade dos produtos provenientes da cadeia produtiva.

    Análises de falhas

    Analisar as variações de temperatura nas diferentes regiões ajuda a determinar o local exato onde estão as avarias que atrapalham o funcionamento normal do equipamento. 

    Onde a termografia é usada?

    termografia

    O que é termografia industrial?

    A termografia é um processo que utiliza a tecnologia infravermelha para medir a temperatura da superfície de um objeto. Essas informações podem ser usadas para detectar possíveis problemas com o objeto antes que se tornem sérios.

    A termografia é usada em uma variedade de indústrias, incluindo construção, elétrica e automotiva.

    Ele pode ser usado para encontrar vazamentos de isolamento, falhas elétricas e problemas mecânicos. A termografia também pode ser usada para monitorar o desempenho do processo e do equipamento.

    O que é termografia médica?

    A termografia é uma técnica de imagem médica que usa câmeras infravermelhas para capturar imagens do corpo. Essas imagens podem então ser analisadas para procurar padrões de calor e frio que possam indicar a presença de certas condições médicas.

    A termografia não é invasiva e não usa radiação, tornando-a uma ferramenta segura e eficaz para diagnosticar e monitorar uma variedade de condições médicas.

    Conclusão

    A  termografia é mais uma ferramenta que pode trazer inúmeros benefícios para as empresas, que junto a indústria 4.0 traz uma nova abordagem para a manufatura e os processos industriais, utilizando tecnologias avançadas, como robótica, visão computacional, inteligência artificial, automação de processos e realidade aumentada. 

    A indústria 4.0 visa aumentar a eficiência e a flexibilidade dos processos industriais, bem como a criatividade e inovação.

    As tecnologias utilizadas na indústria 4.0 estão se tornando cada vez mais acessíveis e abordáveis para as empresas, permitindo que elas melhorem a produtividade, reduzam os custos e aumentem a competitividade.

    Deixe um comentário