Kit Merenda Escolar: Quem Tem Direito e Como Solicitar!

Kit Merenda Escolar: Quem Tem Direito e Como Solicitar o Auxílio! – Atualmente, milhões de brasileiros andam passando necessidades, principalmente por causa das condições econômicas do país. Pensando nisso, o Governo criou o Kit Merenda Escolar, entregue em todo o Brasil e que pode ser solicitado a qualquer momento.

A oportunidade está voltada, principalmente, para quem possui algum familiar matriculado em escola da rede pública e com as aulas paralisadas. Muitos dos jovens inscritos em colégios públicos ou no EJA tinham a merenda como sua principal refeição, o que acaba por implicar em uma necessidade do governo em ajudar.

Quem tem direito ao Kit Merenda Escolar?

A pergunta que não quer calar é: quem tem direito ao Kit Merenda Escolar? Os estudantes que estão regularmente matriculados em escolas da rede pública de ensino, dentro dos estados, bem como municípios e Distrito Federal, podem fazer a solicitação sem maiores problemas.

A idade não será levada em consideração, muito menos a renda para que o kit seja distribuído. A matrícula regular do estudante será a sua única comprovação e aquela que precisa ser apresentada, e confirmada, ao longo da inscrição para que se possa receber o auxílio em sua totalidade.

Os alimentos enviados por meio do kit foram adquiridos por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar e tem como principal objetivo preservar a saúde dos alunos. A Secretaria de Saúde também vem orientando que os estados e municípios façam a entrega desse suporte nas casas dos próprios estudantes.

Diante da crise do Coronavírus, essa iniciativa pode ser um paliativo para evitar a contaminação em massa, visto que as famílias não precisarão se aglomerar no interior das escolas e, consequentemente, não transmitam a doença. Além disso, os jovens continuarão recebendo o benefício sem qualquer tipo de risco.

O que vem junto ao Kit Merenda Escolar?

Diante de uma publicação no Diário Oficial da União, a oferta de alimentação saudável para alunos é uma sugestão para que esses indivíduos consigam crescer sem problemas de saúde e, também, consigam se concentrar devidamente na aula, dada a sua nutrição completa ao longo do dia.

A maior parte dos estudantes de escolas públicas realizam a principal refeição do dia nas unidades escolares e acabam por não consumir proteínas ou outros alimentos saudáveis, como frutas e legumes, em sua residência. Dessa forma, o kit visa trazer um equilíbrio nutricional para os alunos que estão isolados em suas casas.

É muito provável que os itens encontrados no Kit Merenda Escolar possam variar de unidade para unidade, visto que serão definidos pela equipe de nutrição do ambiente. Além disso, fatores como faixa etária dos estudantes e período em que receberia a alimentação, seja manhã, tarde ou noite, também serão levados em consideração.

No entanto, tomando como base todas essas características, o PNAE definiu as diretrizes abaixo:

  • Obrigatoriamente, o Kit Merenda Escolar deve conter proteínas, carboidratos e fibras;

  • Os produtos deverão passar por um processo rigoroso de higienização antes mesmo de chegar às mãos dos alunos;

  • Os alimentos precisam seguir os hábitos alimentares e cultura da região em que são disponibilizados.

Como solicitar o auxílio

Existem duas maneiras de fazer a solicitação do Kit Merenda Escolar: de maneira presencial ou on-line. Diante da pandemia, o mais recomendado é ficar em casa e utilizar a internet para fazer essa solicitação.

No entanto, caso algum dos responsáveis deseje ir até a prefeitura para fazer o cadastro, será necessário levar consigo a Certidão de Nascimento, o Documento de Identidade do responsável, um Laudo Médico de necessidade alimentar especial (caso possua). O cadastro também poderá ser realizado pelo site da sua cidade.

Como é realizada a distribuição do Kit Merenda Escolar?

Diante de uma cultura tão vasta que há no Brasil, além das mais diversas infra estruturas nas escolas do país, é preciso saber que as unidades escolares têm autonomia para optar pela forma como será distribuído o auxílio.

No entanto, existem algumas possibilidades a serem levadas em consideração, como:

  • cozinhas comunitárias da região;

  • restaurantes populares espalhados pela cidade;

  • centros de Referência de Assistência Social, também conhecidos como CRAS;

  • locais regidos pelo Governo que podem acabar se tornando um centro de coleta, desde que sinalizados para tal.

Levando em consideração todos os casos mencionados acima, será preciso que os protocolos para a distribuição do Kit Merenda Escolar e recepção dos beneficiários sejam acordados com a equipe que integra a rede socioassistencial do local, tomando como base todos os cuidados e monitoramento da saúde para fazer a manipulação dos alimentos a serem entregues.

É obrigatório que todos os envolvidos no processo de distribuição estejam utilizando equipamentos de proteção individual, principalmente em tempos de pandemia. Algumas cidades do país adotaram as recomendações do FNDE e passarão a entregar os kits de alimentação nas casas de cada um dos beneficiários do Kit Merenda Escolar.

Deixe uma resposta